Manual de pragas da cana

Pragas cana manual

Add: bovobone99 - Date: 2020-11-30 12:39:42 - Views: 3436 - Clicks: 4292

Em Mato Grosso do Sul, é preciso monitorar. A broca-da-cana infecta a planta quando ainda está no estágio larval. 001) Broca-da-raiz DESCRIÇÃO Adulto – O besouro mede cerca de 3,5 mm a 5,0 mm de comprimento e apresenta coloração escura(Fig. Larva – Cor branca e ápodas, podendo chegar a 7 mm de comprimento (Fig.

Mas a população pode ser alta nos dois tipos de solo", afirmou. O canavial bem nutrido possui um sistema radicular maior, o que, de acordo com Fernandes, contribui para o controle de doenças e pragas, melhora a resist. . See full list on novacana.

Em, o Brasil aprovou a primeira cana transgênicado mundo: uma variedade Bt resistente à broca. Também podem ocorrer problemas como perda de peso, morte das gemas,secamento dos ponteiros (conhecido como coração morto), enraizamento aéreo e brotações laterais. br Telefone:–BROCA DA CANA-DE-AÇÚCAR. A aplicação desses produtos no estágio inicial de desenvolvimento da praga evita perdas irrecuperáveis na lavoura. A broca da cana-de-açúcar pode ser controlada por meio de: plantio de variedades resistentes ou tolerantes; corte de cana sem desponte; moagem rápida após o corte;. O monitoramento da praga nos canaviais é necessário de três a quatro meses após o plantio e de dois a três meses após cada corte manual de pragas da cana da cana.

" A indicação é realizar o monitoramento das pragas em quatr. Segundo ele, o ATR da cana (Açúcar Total Recuperável, que representa a capacidade da cana-de-açúcar de ser convertida em açúcar ou álcool) tem caído ano a ano. Uma das principais formas de controle é o biológico, por meio de microrganismos – o fungo Metarhizium anisopliaepode ser utilizado para este fim.

Na cultura da cana-de-açúcar, os cupins podem causar danos de até 10 toneladas por hectare no ano, o que representa cerca de 60 toneladas por hectare durante o ciclo da cultura. O inseto não desaparece após o corte da cana-de-açúcar e permanece alimentando-se dos rizomas e das raízes. As espécies de cupins que são consideradas pragas da cana-de-açúcar são: 1. As pragas da cana-de-açúcar podem causar sérios prejuízos, ocasionando até mesmo a perda da lavoura, por isso é de extrema importância realizar o monitoramento e controle dessas pragas. Restrições temporárias no estado do Paraná para a cultura da cana-de-açúcar: Contain ® para o alvo Brachiaria plantaginea, Plateau ® para os alvos Emilia sonchifolia e Indigofera hirsuta. · A cana-de-açúcar pode ser colhida de diferentes maneiras (sistema manual, sistema semi-mecanizado ou sistema mecanizado).

Apesar de serem parecidas, é possível diferenciar as espécies pelo ninho. Conheça as principais pragas da cana-de-açúcar e qual o método de controle mais eficiente para cada uma delas. Nasutitermes spp. Os danosdiretos são causados pelo ataque da praga no colmo, formando galerias longitudinais e transversais. A escolha do sistema de colheita mais apropriado varia de acordo com o orçamento, infra-estrutura e mão-de-obra disponíveis, sendo o sistema de colheita mecanizado utilizado em larga escala, graças a sua rapidez e rentabilidade. Conhecida também como cigarrinha da cana (Mahanarva fimbriolata), essa manual de pragas da cana praga ataca os vasos lenhosos da raiz, o que dificulta manual de pragas da cana – e até impede – o fluxo de água e de nutrientes.

A tecnologia oferece controle eficiente desta praga por conta da expressão de proteínas inseticidas na própria planta. Nos programas de expansão da lavora canavieira, um grande número de variedades. Lazzarotto explicou que para cana, diferentemente da cultura da soja, é bom tanto para a colheita quanto para o plantio, porque a planta armazena mais açúcar. Imediatamente depois que os ovos eclodem, as lagartas penetram no colmo e constroem galerias nele. Adoraria ler manual de pragas da cana seu comentário!

“O ciclo total deste inseto dura de 58 a 90 dias, sendo comum à ocorrência de 4 a 5 gerações anuais nas lavouras”, afirma o pesquisador. O controle biológico com parasitas natu. O chefe adjunto de P&D da Embrapa Agropecuária Oeste, Harley Nonato de Oliveira, falou sobre a importância de se conhecer a qualidade. realizar a coleta na profundidade de até 25 cm, em direção “ziguezague”; 3.

Das pragas que atacam a cana-de-açúcar, a principal é a broca da cana-de-açúcar (Diatraea sacchralis e Diatraea flavipennella) podendo estar presente durante todo o desenvolvimento da cultura (SANDOVAL & SENÔ, ). Há dois tipos de besouros que comprometem a cultura canavieira: o Migdolus fryanus e o Sphenophorus levis– também conhecido como gorgulhão-rajado ou besouro-da-cana. Os danos causados pela broca-gigante e pela broca-da-cana são muito parecidos. A praga está presente em todo o Brasil, mas a região Centro-Sul é a mais afetada porque há maior concentração de cana-de-açúcar e clima favorável. A broca-gigante (Telchin licus), em sua forma larval, causa danos na cana. O engenheiro da Usina Cerradão, localizada no Triângulo Mineiro, Michel da Silva Fernandes, trouxe exemplos da realidade de onde trabalha para os técnicos presentes no evento. Isso diminui a pureza do caldo pela inversão da sacarose. Fonte: Manual de Identificação de Pragas da Cana Os efeitos de seu ataque, são mais evidenciados quando as plantas estão sujeitas ao déficit hídrico, quando é possível observar um número mais elevado de larvas juntos às touceiras.

A partir de setembro, haverá o estabelecimento da La Niña, com chuvas abaixo do normal. Isso impede o fluxo da seivae pode, pela ação do vento, causar a quebra ou tombamento das plantas. A mariposa tem coloração amarelo-palha com manchas escuras nas asas anteriores e cor branca nas asas posteriores. Você já enfrentou problemas com essa praga na sua lavoura? As folhas também sofrem alterações, com manchas amarelas que, no futuro, tornam-se avermelhadas, e perda da capacidade de realizar fotossíntese. Realizou o curso de pós-graduação na Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo - ESALQ / USP, onde obteve os títulos de Mestre em Entomologia () e Doutor em Entomologia (), com ênfase ao Manejo Integrado de Pragas da cana-de- açúcar. "É importante conhecer as adaptações das pragas, como vêm se comportando para conseguir fazer o controle", disse.

As proteínas Cry agem sobre a broca-da-cana e têm um efeito tóxico no inseto. Para obter amostragens, a pesquisadora recomenda realizá-las nas épocas chuvosas do ano: novembro a. Controle cultural. Também pode ser utilizado o controle cultural. Estima-se que um sauveiro adulto (três anos de idade) consome o equivalente a três toneladas de cana por ano. "Quem produz cana e utiliza o controle biológico deve ficar atento às recomendações da pesquisa quanto a diversos fatores, como a qualidade e a idade do parasitoide, a forma de transporte e sua distribuição, o horário de liberação desses inimigos naturais na lavoura, a seleção de produtos fitossanitários quando se faz o controle químico, entre outros". Procornitermes spp. O parasita deve ser colocado em regiões produtoras de cana-de-açúcar para aumentar a fauna benéfica e, após esse processo, o produtor deve monitorar a área para avaliar a ocorrência de broca e a necessidade de reaplicação.

"A aplicação de micronutrientes auxilia muito e dá muita resposta. Para cada 1% de Intensidade de Infestação, ocorrem perdas médias de 1,21% na produção de cana. Experiência na área de agronomia com doenças e pragas da cana-de-açúcar, nematoides, variedades, adubação, experimentação; com ênfase em entomologia agrícola atuando principalmente nas áreas de controle biológico, controle com inseticidas, manejo integrado de pragas.

São usados parasitas da espécie Cotesia flavipes para combater a fase larval e da espécie Trichogramma galloi para o controle da fase de ovo. A diferenciação entre eles, essencial no controle de pragas da cana, é feita medindo o diâmetro das galerias que elas abrem. Elaborado por: Drª Eloisa Salmeron - Engenheira Agrônomo – 1984 – ESALQ/USP - Mestre em Entomologia - 1989: ESALQ/USP. See full list on boaspraticasagronomicas. Controle de pragas da cana-de-açúcar com responsabilidade ambiental Instituto Biológico José Eduardo Marcondes de Almeida Pesquisador Científico Instituto Biológico - APTA Caixa Postal 2-970 / Campinas - SP e-mail: O MIP, Manejo Integrado de Pragas, é uma iniciativa de extrema importância para a cultura da cana-de-açúcar. A produção da cana de açúcar, que é a matéria prima tanto da cachaça artesanal quanto da cachaça industrial, a famosa pinga brasileira, precisa ser cuidadosamente e constantemente analisada, monitorada e controlada, pois assim como as plantas e os alimentos orgânicos, o plantio de cana de açúcar pode atacado pelas temidas pragas. Uma praga que fica, na maior parte de seu desenvolvimento, dentro do colmo, parece ser impossível de ser controlada. A fêmea adulta do inseto coloca os ovos nas folhas ou bainhas da cana-de-açúcar, onde ficam encubados de quatro a nove dias.

As perdas provocadas por essas espécies chegam a 10 toneladas de cana por hectare por ano. Veja grátis o arquivo Pragas da Cana-de-açúcar2 enviado para a disciplina de Entomologia Categoria: Aula. Mas também lembrou que a nutrição complementar é importante para aumentar a produtividade da planta: calagem, gessagem, fosfatagem, adubação verde, adubação orgânica, adubação mineral no sulco do plantio (potássio e fósforo), adubação com micronutrientes via solo ou via tolete e via aérea. “Esses fatores contribuem negativamente na produção e na qualidade da matéria prima”, afirma Almeida. Existem aspectos favoráveis e desfavoráveis da queima em canaviais, podendo ser classificados do ponto de vista agronômico, industrial, econômico, operacional e energético. O controle varietal, porém, é considerado o método mais prático e econômico. A Diatraea causa danos diretos (redução da produtividade agrícola) e indiretos (perdas na qualidade da matéria-prima), além de um custo de tratamento estimados em.

O controle do sauveiro é necessário e o melhor método é o emprego da termonebulização. Adulto de Diatraea saccharalis; broca-da-cana é importante praga da cultura (Fonte:Invasive. Segundo Leila, os nematoides podem reduzir a produtividade da cana-de açúcar do primeiro corte de 20% a 30%; diminuir a produtividade das soqueiras de 10% a 20% por corte e reduzir a longevidade do canavial em cerca de um corte.

São parasitas que atacam o sistema radicular das plantas, podendo causar até 20% de perda na lavoura. . “É feita rachando longitudinalmente os colmos e efetuando a contagem dos entrenós totais e dos entrenós danificados pela broca”, diz Almeida.

Também é cultivada comercialmente nos Estados Unidos no Havaí, partes do Texas e da Califórnia e em todo o mundo em muitos locais tropicais a semitropicais. E, como em qualquer outra cultura, é essencial realizar o monitoramento. saúvas, são importantes pragas de cana-de-açúcar, causando perdas de 3 toneladas de cana (sauveiro adulto) a cada ano, além de reduzirem a qualidade tecnológica da cana nas áreas de forrageamento.

Manual de pragas da cana

email: nysofuli@gmail.com - phone:(862) 733-5093 x 9080

Siemens refrigerator manual download - Manual panasonic

-> Shop-vac ultra wet dry vac 60 l manual
-> Ford fiesta rocam 1.0 8v flex 4p manual 2014 ficha

Manual de pragas da cana - Stove butterfly induction


Sitemap 1

Mmi cadet manual - Estagio unip praticas administração